O Estilo Britânico Volta a ser Tendência
O Estilo Britânico Volta a ser Tendência

O estilo britânico volta a ser moda mais do que nunca. O motivo? O Jubileu de Ouro da rainha Elizabeth II (que comemora o 50 º aniversário de sua subida ao trono) e os Jogos Olímpicos, que este ano foi realizado no Reino Unido e têm impulsionado novamente a forma de se vestir mais sóbria e estranha para as lojas e mais legal nos armários.

Mas o que se entende por estilo britânico e como se adaptar a ele, agora que ressurgiu? Como os americanos orgulhosamente usam a bandeira britânica e não temem usar sua estampa nas camisetas, jaquetas… Também amam a sua família real, cujos rostos são impressos em louças e outros acessórios (diga-se as lembranças e os presentes) ajudando a decorar suas casas.

Para os dias de domingo, para os mais clássicos, a moda britânica se caracteriza por roupas elegantes desde os clássicos ternos, geralmente em tons de cinza ou estampado (os tradicionais quadrados), casacos, chapéus ou sapatos de camurça. O que em moda se denomina de dândi. A elegância que se mantêm na caça e eventos esportivos com a famosa jaqueta Barbour, o blazer, em torno das calças ou suéteres de golas altas.

Os jovens da família abusam, no entanto, do estilo criado nos anos setenta por um movimento musical que teve sua origem em Londres: punk. Os herdeiros deste movimento, que buscava fazer frente ao sistema de vida e ao consumismo emergente, desfrutam de uma estética inovadora: usam botas de couro pretas e com pontas metálicas, vestem roupas escuras adornadas com alfinetes ou correntes e se atrevem a pintar suas mechas com cores chamativas tão na moda agora, como rosa, verde ou laranja. Você tem coragem de acompanhar esta nova tendência?