Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/2014
Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/2014


Karl Lagerfel apresentou no teatro Grand Palais de Paris, uma coleção de alta costura que reflete o futuro da Chanel. Com a mesma grandeza criativa que estamos habituados mas que não deixa de surpreender, Monsieur Lagerfeld inventa um cenário espetacular que é descoberto como uma verdadeira máquina do tempo transportando o público presente na casa do double C, no final do século XXI.

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Desta vez a atenção da maison francesa foi concentrado na visão futurista de novos mercados econômicos emergentes do mundo, mais conhecido como BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) e até mesmo os Emirados Árabes Unidos. Como sabemos, Chanel assim como tantas outras casas de moda, estão localizadas fisicamente em outros países.

A coleção mantém o mesmo aspecto clássico e relaxado de sempre, nesta proposta foi dado relevância a uma paz que surge entre os escombros, como se uma catástrofe acabasse de ocorrer no Grand Palais e o deixasse em ruínas, mas o que culminou no regresso de uma tranquilidade serena, muito lentamente. O desfile começou em silêncio, com uma suave música de fundo e quase o único som da entrada triunfal das modelos que estavam vestidas elegantemente com as eternas jaquetas de tweed de Chanel, mas desta vez decoradas com cintos maxi usados no quadril.

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Os casacos são clássicos e ainda vem com um estilo claro, os vestidos fluem ininterruptamente e incitam a ser combinados com chapéus quadrados que cumprem a função de decorar um penteado arrumado, sem dúvida, outra versão futurista dos anos 30. As formas são amplas e cheias de dimensões maxi e mini; alguns vestidos são marcados por uma cintura acentuada, enquanto outros no quadris. Os babados maxi e tule se vêem em vestidos de coquetel, enquanto as jaquetas de dimensão mini se usa durante o dia, durante a noite ou nos dias de frio intenso, são perfeitos os casacos maxi que quase beijam o chão. Os mini vestidos de coquetel tem preciosas elaborações artesanais, posto sobre tecidos com motivo de mosaicos, são exageradamente abundantes em ombros e braços.

As cores vistas são: Preto, azul, vermelho, prata, verde azulado.
Acessórios e detalhes importantes: lantejoulas maxi, anéis de platina usados no início do dedo, diamantes para ser usados em todos os dedos, cintos maxi.

 Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

 Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

 Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

Chanel Haute Couture Outono-Inverno 2013/14

A coleção pouco a pouco se vê transformada em algo precioso e sofisticado, as cores são brilhantes e as formas tornam-se leves e fluidas, os tecidos têm flores, os tules são finamente bordados, os vestidos bordados de lantejoulas resplandecentes e as saias são feitas com grande quantidade de chiffon e seda, o contexto e o público se comovem visivelmente sendo interrompido com grandes aplausos a Coleção Haute Couture de Chanel Outono-Inverno 2014 que mais uma vez conclui vitoriosa, rica, elegante e única.