Ruffian Primavera-Verão 2014 | New York Fashion Week
Ruffian Primavera-Verão 2014 | New York Fashion Week

É verdade que Ruffian, empresa de moda dirigida por Brian Wolk e Claude Morais, ainda não adquiriu a reputação de seus paras como Diane von Furstenberg ou Michael Kors, com quem no entanto, compartilha a mesma passarela. Mas temporada após temporada, Ruffian alcança seu bom prestígio, adquirindo maior relevância entre os designers americanos.

Baseando-se no clássico da literatura francesa, “Bonjour Tristesse”, de Françoise Sagan, Ruffian oferece uma coleção em que é ambivalente o personagem Cécile (a jovem protagonista do romance), se reflete em cada uma de suas peças.

Ruffian Primavera Verão 2014

Ruffian Primavera Verão 2014

Por um lado, a melancolia é derramada em suas peças sóbrias, abraçadas pelo branco e preto e estampados houndstooth. Por outro, a candura surge em uma gama de cores frescas e românticos estampados florais. A influência francesa é recorrente nos desenhos de Wolk e Morais, prova disso são as blusas com gola com laço, femininos vestidos de saia “A” devidamente fechado com botões como protagonistas. Um visual mais moderno se aprecia no uso de fibras acetinadas e couros ataviados com zíperes expostos.

Como em sua coleção predecessora, nesta oportunidade Ruffian novamente conduz sua proposta através de um argumento coerente consigo mesmo. O uso da literatura clássica tem sido um elemento bem aproveitado, só ajudou a consolidar a boa reputação da empresa.

2

3

“Um vestido não faz sentido a menos que inspire aos homens a querer tirá-lo. – Françoise Sagan” – Claude Morais e Brian Wolk, Ruffian

4

5