Zíperes, Funcionalidade E Estilo Em Apenas Um Só Zíper
Zíperes, Funcionalidade E Estilo Em Apenas Um Só Zíper

Por mais de um século e meio o zíper tem sido útil a indústria da moda. O clássico dispositivo dentado que facilita a confecção de diversas peças de roupa volta a ocupar um lugar de destaque dentro do guarda-roupa feminino, e não só utilizado como um elemento puramente funcional, mas também como uma peça decorativa.

A diferença de outros utensílios como os botões ou alfinetes, a origem dos zíperes é de curta data. Foi recente, em 1891 quando o primeiro mecanismo de cerra fez sua aparição graças á engenhosidade de Elias Howe, o mesmo criador da máquina de costura. Buscando criar um “fecho para roupa automático e contínuo”, Howe elaborou um pequeno sistema a base de ganchos que se se entrelaçaram uns aos outros, unindo dois pedaços de tecido. No entanto, devido ao enorme sucesso da máquina de costura, Elias Howe não se comprometeu com a comercialização do fecho. Quem fez isso, quarenta anos mais tarde, foi Whitcomb L. Judson, mecânico que incorporou na confecção de calçados uma estrutura de ganchos e anéis articulados por meio de uma fração móvel.

Mas o zíper que conhecemos hoje em dia, com base em duas fileiras de dentes convergindo para uma peça central deslizante, Gideon Sundback, um engenheiro elétrico de origem sueca, desenhou um modelo de cerra extraordinariamente prático e eficiente. Modelo que posteriormente, em 1923, a B.F. Goodrich Company patenteou sob o nome de “zíper”, palavra que simula o som que o zíper faz ao abri-lo e fecha-lo. Desde então, o zíper tem sido um recurso fundamental na fabricação de roupas masculina e feminina.

014

O zíper na alta costura:

No início dos anos 30, a Lightening Fastener Company, na época uma das empresas pioneiras na comercialização de zíperes, ofereceu a Elsa Schiaparelli a quantia de dez mil dólares para usar os zíperes na elaboração de seus desenhos. Impulsionada ou não pelo estímulo econômico, o fato é que Schiaparelli abalou a cena da moda, incorporando zíperes, desta vez não somente para fins práticos, mas também com finais meramente ornamentais.

Colocando-os em costas, ombros e bolsos, Elsa Schiaparelli definiu o novo rumo dos zíperes, indissoluvelmente ligado ao nicho da moda dos mais rebeldes da alta costura.

02

Como os melhores tempos de Schiaparelli, a temporada outono-inverno 2013/2014 os zíperes surgem nos tecidos, se colocando sobre eles, ganhando o protagonismo. O zíper exposto, anexados em áreas sugestivas, despertam o interesse em qualquer espectador. Os zíperes numa versão mais glamourosa, se aderem em generosos casacos oversize, jaquetas e saias.

Chanel | Versace | Michael Kors | Outono-Inverno 2013-2014

Guy Laroche | Givenchy | David Koma | Outono-Inverno 2013-2014

Chanel | Versace | Michael Kors | Outono-Inverno 2013-2014

Chanel | Versace | Michael Kors | Outono-Inverno 2013-2014

Uma variedade de estilos intermináveis. Tanto, que os zíperes podem aparecer confortavelmente em jaquetas e vestidos de dia, como também em trajes de noite. Uma prova disso? Veja os looks de Miranda Kerr, Karolina Kurkova e Olivia Palermo.

Miranda Kerr | Karolina Kurkova | Olivia Palermo

Miranda Kerr | Karolina Kurkova | Olivia Palermo